Padrões de beleza e cirurgia plástica - corpo são, mente sã?!

A percepção de si mesmo é o que dá a identidade e o reconhecimento do self. A partir da ideia de que o ego inicialmente é totalmente corporal (FREUD,1923/1980) e que ao longo do desenvolvimento humano, o corpo continua ocupando forte relação com o psiquismo, a cirurgia plástica pode ser entendida como uma saída para a insatisfação e o desequilíbrio da conexão corpo e mente.


A busca para se encaixar em um padrão de beleza, por exemplo, pode criar sentimentos negativos que causam danos intensos às pessoas. Logo, cuidar da saúde mental é essencial para manter o equilíbrio antes, durante e após os procedimentos estéticos cirúrgicos, respeitando suas peculiaridades e aceitando seus resultados


No entanto, paralelo a isso, vivemos hoje uma banalização. Variados padrões de beleza dominam o nosso meio e lançam o “culto ao corpo perfeito” e as expectativas exageradas aos procedimentos estéticos cirúrgicos. Isso afeta consideravelmente a mentalidade das pessoas, principalmente aqueles que estão fora desses padrões ou, ainda, os que têm insatisfações com o próprio corpo


As cirurgias plásticas são ferramentas que mudam a realidade dos pacientes, trazem qualidade de vida, cura e aceitação. Por isso, precisam ser realizadas em pessoas que prezam pela saúde do corpo e da mente.


Não existe problema em buscar procedimentos estéticos e cirúrgicos para aprimorar a sua aparência, realçando o que você tem de melhor ou corrigindo aquilo que incomoda. Entretanto, inicialmente, aceitar as suas características e limitações, para depois aperfeiçoá-las, é importante não só para a sua saúde mental, mas também para melhor recuperação e aceitação dos resultados dos procedimentos.


A cirurgia plástica estética coloca-se como um instrumento de transformação do corpo e também da sua representação mental. O ato cirúrgico acaba solucionando e trazendo alívio para um psiquismo inconformado. Em grande maioria dos casos, a cirurgia plástica estética melhorou vidas, sanou a deformidade física, melhorou as relações interpessoais e sexuais, aumentou a auto-estima e estimulou a harmonia interna (mente-corpo).

12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo